• A descoberta...

  • As marcas do tempo...

  • Um mundo por descobrir...

  • Formações duma beleza ímpar...

  • Luz...

Entre as disciplinas que estudam o ecossistema subterrâneo, a Climatologia é a ciência que estuda as condições climáticas do mundo hipógeo.

O Planeta terra encontra-se num momento chave de alteração climática. A mudança que está a surgir não é só por força do fim duma era Glaciar mas pela intervenção não sustentada do Homem. As grutas guardam uma parte importante da História climática do Planeta, preservando os momentos das mudanças Climáticas do Planeta Terra. A monitorização sistemática do ambiente subterrâneo, irá possibilitar estabelecer comparações e uma melhor compreensão do clima exterior.

Existem, pelo menos, três parâmetros relevantes a ter em conta no estudo da atmosfera cavernícola:
  • Temperatura (T[ºC]).
  • Percentagem de vapor de água no ar seco (kgágua/kgar seco) ou humidade (Hr[%]).
  • Composições gasosas.

A compreensão dos fenómenos que regem o clima de uma cavidade, bem como a dinâmica da sua atmosfera, demonstra-se de extrema utilidade em variadas situações, para além de em última instância contribuir para o nosso conhecimento mais aprofundado de um meio que nos propomos explorar, e proteger.
A atmosfera de uma cavidade, e os seus fenómenos, têm ligação directa com a vida de todos os seres cavernícolas, e com a morfologia da cavidade.

Objectivos:
  • Sensibilizar as associadas para monitorização e recolha de dados climáticos nas cavidades onde efectuam estudos.
  • Dotar a FPE e comunidade científica de dados mais completos das nossas cavidades de forma a servir de suporte a estudos em diversas áreas tais como bioespeleologia, hidrologia, geologia, etc.
  • Estabelecer comparações entre o clima cavernícola e o clima exterior.
  • Relacionar cavidades de características aproximadas entre si.

A monitorização dos dados nas cavidades em que efectuamos estudos é primordial para a sua compreensão. Por isso contamos com todas as associadas e espeleólogos para a recolha destes mesmos dados, que podem ser enviados para  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Texto – Vitor Amendoeira

Login


Fédération Séléologique Européenne
Union Internationale de Spéléologie