• A descoberta...

  • As marcas do tempo...

  • Um mundo por descobrir...

  • Formações duma beleza ímpar...

  • Luz...

Link da pág. Web da CDC-UIS: http://cdcuis.wordpress.com/

Secretariado da CDC 2013 / 2017

Durante o 16º Congresso Internacional de Espeleologia da UIS, que decorreu de 21 a 28 de julho de 2013 em Brno (CZ), foi efetuada a reunião ordinária da Cave DivingCommission da UIS, durante a qual foieleita a seguinte Direção da Comissão:

Presidente:                Maxime de Gianpietro (CH)

    Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Vice-Presidentes:      Manuel Pinto Soares (P)

      Philippe Brunet(F)

Secretário:                Arjan van Waardenburg (NL)

Facilitação de visitas para Espeleólogos Subaquáticos

Na idade da mobilidade global, os espeleólogos subaquáticos frequentemente viajam para o estrangeiro, a fim de explorar ou visitar os principais pontos de interesse desses países. Infelizmente, a globalização não avançou nalguns países onde a obtenção de um visto para este efeito é uma tarefa difícil. Assim, os delegados no 15º Congresso Internacional de Espeleologia em Kerrville/Tx (EUA) decidiram recomendar a todas as Federaçõesde Espeleologia filiadas na UIS, o seu empenho e pró-atividadequando lhes for solicitada uma permissão,para explorar ou visitar esses locaisno respetivo país, por qualquer outra Federação da UIS.

O pedido de autorização tem que ser emitido e encaminhado pelo Delegado Nacional daCave DivingCommission da UIS(CDC), ou pelo Delegado Nacional da UIS, representante da respetiva Federação Nacional, e enviado à Federação do país de destino, com cópia da informação para o Presidente da CDC.

Cursos de mergulho subterrâneo e treinos técnicos da UIS

Para muitas federações de espeleologiaassociadas da UIS, é difícil – se não impossível – organizar cursos de mergulho subterrâneo devidamente estruturados, para os seus filiados.  E mesmo quando alguns cursos são oferecidos pelos instrutores de mergulho subterrâneo, a maioria dos espeleólogos não têm capacidade financeira para neles participar.

No entanto, foi decidido em 2009, que a Cave DivingCommission organizará futuramente cursos específicos e de treino técnico, abertos a participantes internacionais.

A Federação de Espeleologia hospedeira deve ser capaz de oferecer um local adequado para a realização das atividades, com diversas cavidades nas redondezas. Também deve providenciar aos formandos provenientes do estrangeiro, os equipamentos de mergulhos necessários e que devido aos custos e dificuldades de transporte (por vezes via aérea) não seja conveniente ou possível aos mergulhadores trazerem consigo. Da mesma forma, devem ser providenciadas condições adequadas de alojamento e estadia, bem como dos meios logísticosnecessários.

Credenciação como Espeleólogo Subaquático

Em consequência  do desconhecimento da sua especificidade, a exploração espeleológica por meio do mergulho subterrâneo tornou-se difícil ou quase impossível nalguns países. Para obter as autorizações para exploração, os espeleólogos subaquáticos devem apresentar cartões de certificação emitidos pelas agências comerciais de mergulho subterrâneo recreativo.

Para distinguir a nossa prática espeleológica da forma recreativa do mergulho subterrâneo, a Comissão, durante o Congresso Internacional de 2009 em Kerrville / Texas (EUA), adotou o termo "Espeleologia Subaquática" (espeleólogo subaquático) para designar os espeleólogos que exploram grutas ou cavernas e cavidades artificiais por meio de equipamentos de mergulho.

Foi decidido também implementar uma credenciação formal para auxiliar os espeleólogos subaquáticos a enfrentar estas situações, seja a nível internacional ou nacional. Esta "Habilitação de espeleólogo subaquático" é emitida pelo Presidente da Cave DivingCommission da UIS, mediante pedido pessoal.

Para fundamentar o pedido, os requerentes devem provar que são proficientes com as manobras e técnicas de mergulho espeleológico, comumente usadas no seu país de origem. Devem enviar um Requerimento, com uma discrição completa*, para o Delegado** que representa a sua Federação Nacional de Espeleologia junto da CDC-UIS, que aprovará ou não o pedido.

O requerimento aprovado será remetido pelo Delegado por e-mail ao Presidente da CDC-UIS, que procederá então à emissão e envio dos documentos de habilitação para os candidatos, sem cobrar qualquer taxa.

*O ficheiro deve documentar, além das certificações, o número de mergulhos, o nome das cavidades, profundidade, distância e duração.

** O atual Delegado representante de Portugal na CDC-UIS é Manuel Pinto Soares (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.).

Login


Fédération Séléologique Européenne
Union Internationale de Spéléologie